segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Confissões da madrugada #4

Yo minna! Eu não me aguentei, fiz esse post sexta, e vim postar hoje, é porque eu estava com medo de esquecer T.T

Eu já estou irritada comigo mesma por assistir filmes e depois escrever sobre eles como base nas postagens, mas enfim, aconteceu, eu assisti o filme "As vantagens de ser invisível". Como sempre, esse filmes que eu assisto possuem uma grande dose de maluquice. Me deu até cala frios de imaginar como será meu Ensino Médio em relação a socializar com as pessoas, como passa no filme, porque eu já passei por isso, não tanto louco como no filme. Ainda mais em colégio novo T.T, admito que o povo do Ensino Médio de lá do colégio onde estudo me assusta, ir no andar deles é uma guerra, tento não olhar pra eles, sorte minha sempre aparecer quando tem poucas pessoas. Mas enfim, várias coisas acontecem e nos frustam, como com o menino do filme, a tia favorita dele morre, seu amigo comete suicídio, abuso dos colegas, e as outras coisas que eu esqueci. Infelizmente não temos como evitar que algumas coisas aconteçam, mas outras podemos melhorar, como ele fez, ou tentou. A única coisa que eu queria saber é? Porque nos filmes, novelas e séries  que assisto o futuro escritor sempre tem uma vida frustada?
 Outra coisa que eu queria confessar, é a minha raiva de me intitularem coisas que eu não sou(Milena se estiver lendo isso, sim você é super inteligente). As pessoas acham que eu sou uma louca dos animes e acham até que pareço com personagens de anime(seria uma boa, seria mais fácil pra fazer cosplay), e uma maníaca por livros(o pior, eu pareço mesmo) que não tem vida se não estiver lendo livros ou assistindo anime, eu penso seriamente sobre isso, percebo que sou notada, mas as pessoas continuam a não querer me conhecer, eu não queria que eles me vissem por esse lado, me sinto anormal assim, será que tenho razão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário