segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Minha eficiência em provas

Yoo minna! Enfim estou livre de estudos por um misero mês , mas vamos aproveitar.

Estudos comprovam que tudo o que eu faço é numa velocidade máxima se 1 km/h, então concluímos que eu sou lerda demais. Como eu havia dito, eu fiz a prova do IFBA, mas minha trajetória até lá não foi nada muito legal. Acordei às 4:30 da manhã, levantei às 5:15 e acabei de me arrumar às 6:30, o ônibus não colaborou muito, desde antes de chegar, e quando já estávamos indo um maldito engarrafamento apareceu no meio do caminho, no local da prova de Milena(que estava fazendo a mesma prova que eu). Eu e meus pais tivemos que sair do ônibus e ir loucamente atrás de um táxi, mas conseguimos achar. Como o mundo todo é meu fã, o taxista foi em velocidade máxima e entrou em atalhos pra poder chegar a tempo. Quando eu cheguei o portão estava fechado, mas o pessoal estava falando com o porteiro me deixar entrar, até uma moça chorou por causa de mim(nem olhei pra cara dela), mas me deixaram entrar, fui avoada até chegar no último andar do colégio, entrei na sala, fiz a prova, chutei a parte de matemática toda, e fiz o que pude pra deixar a redação impecável(era sobre a cidadania e a política e o papel das redes sociais sobre isso, ou outra coisa porque eu já fiz questão de esquecer tudo) pra poder garantir essa parte, depois eu sai com meus pais e encontrei meu primo e minha tia, quando estávamos saindo do local onde fomos, meu primo leu minha redação e disse que não tinha nada a ver com texto e isso é uma das regras para que a questão seja anulada, e se anularem a questão de redação eu perco a droga da vaga, então me imaginem chorando se ele estiver certo. Mas tirando isso eu fiz perfeitamente certo, e espero conseguir, torçam por mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário