quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Confissões da madrugada #9

Yo minna! Esses dias ando vagabunda de colégio, não estou matriculada em nenhum por causa do resultado do processo seletivo T.T

Me peguei lendo "A culpa é das estrelas" de Jonh Green, cara com uma cara simpática apenas, sinceramente. O textos todos cheios de informações, Hazel pensa e fala muito bem, as falas de Augustus e Isaac também não são ruins. Há uma grande diferença de PJO para esse livro, até porque são autores diferentes. Eu costumo me basear no jeito de alguns deles de escrever, há histórias minhas parecidas com as de Walcyr, umas que nem Rick e nenhuma igual a de Jonh, pois é o primeiro livro dele que leio. Tem outros autores que escrevem com muitas palavras sinônimas que não conheço, mas compreendo. 
 Eu queria poder escrever algo meu, mas como em minha relação social, ninguém suportaria ler algo que escrevi( a não ser Milena), então sou forçada a me basear em alguns deles, luto pra parecer mais brasileiro possível, porque maioria das pessoas iriam reagir como minha mãe e minha vó, não gostam de ficção, mas queria também mostrar as pessoas que falam minha língua que eu faço parte do grupo também, e como disse uma vez, estou em cima do muro.
 Espero ter força de vontade futuramente que ao termínio da talvez conquistada faculdade de psicologia,(É isso mesmo, sou da família tipinho que faz poupança pra Havard)para eu querer publicar meus livros, o que me faz pensar que a tecnologia está dominando o mundo, quem irá ler livro quando terá um filme feito em menos de uma hora baseado no livro? Perguntas que querem respostas, e nunca as acham, será assim o tempo todo, a vida no meio de uma apresentação de malabarismo. Espero divertir vocês com meus textos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário